Ohpera Blog | design, art lifestyle, viagem e sonhos.

DiaTIPO Caruaru

Pra quem ainda não conhece o evento, o DiaTipo é um encontro de tipografia que surgiu em 2008, em São Paulo, a partir de reuniões informais entre designers e outros profissionais de áreas afins. Com o tempo, o evento cresceu e se transformou em uma conferência para centenas de pessoas que acontece em diferentes estados do Brasil, atraindo público nacional e internacional.

Esse ano até postei sobre edição que aconteceu no RS. O evento é composto por palestras, debates e workshops. E reúne tipógrafos, calígrafos, designers, pesquisadores, profissionais de comunicação e demais entusiastas pelas letras.

Mas um fato que me deixou super feliz, é que Caruaru, cidade onde cursei Design (na UFPE), vai sediar um DiaTIPO. Será a segunda edição do evento em Pernambuco, mas a primeira em Caruaru. Vai rolar nos dias 11 e 12 de novembro, fruto de uma parceria entre o LTA – Laboratório de Tipografia do Agreste da UFPE e o Armazém da Criatividade – Caruaru. Uma programação intensa de palestras e oficinas com foco na pesquisa, no ensino e na prática da tipografia e do design gráfico será oferecida ao público. O evento acontece sob a coordenação da designer e professora do Curso de Design da UFPE-Campus do Agreste, Fátima Finizola, em conjunto com todos os professores e alunos que constituem o Laboratório de Tipografia do Agreste.

O time de palestrantes e oficineiros reúne convidados nacionais e internacionais de peso. No âmbito do design & cultura, o carioca Fabio Lopez apresenta o seu extenso projeto iconográfico Mini Rio, bem como o pernambucano Guilherme Luigi conversa sobre o uso da tipografia digital como ferramenta de registro das superfícies urbanas, apresentando os projetos Dingbat Cobogó e Dingbat Ladrilho Hidráulico.
fabrico_ideias guilherme_luigi_pb

A área de tipografia e resgate histórico também é abordada por meio da apresentação das pesquisas da professora do curso de design UFPE, Isabella Aragão, e do designer carioca radicado em São Paulo, Érico Lebedenco. Isabella investiga a tradição das antigas fundidoras de tipos de metal no Brasil, e Érico propõe métodos específicos para a geração de fontes digitais com referências históricas.

Por fim, o dia a dia da prática profissional do designer de tipos, bem como o uso desta ferramenta na prática cotidiana do designer gráfico, se faz presente na palestra do designer pernambucano radicado em São Paulo, Deiverson Ribeiro – que hoje trabalha para a fundidora de tipos britânica Dalton Maag -, bem como na palestra do estúdio de design Fabrico de Ideias [PE]. O professor do Curso de Design da Universidade Federal do Ceará e fundador dos Laboratórios de Tipografia do Agreste e do Ceará, Buggy, completa o time de palestrantes.

buggy_pb

A programação ainda oferece diversas oficinas, dentre elas a de tipografia popular peruana – Letras a Puro Pulso – oferecida pelo coletivo Carga Máxima, composto pelos designers do Perú, Azucena del Carmem e Alinder Espada. Para aqueles que querem se iniciar na experimentação manual da tipografia, também há outras opções: o designer Edu Oliveira [PE] oferece a oficina de Brush Pen e o Fabrico de Ideias [PE], a oficina Fundamentos da Caligrafia. Por fim, Érico Lebedenco ensina a fazer ‘Minha Primeira Fonte Digital’.

carga_max2 oficina_edu2

O evento ainda conta com outras atividades paralelas. No dia 11 de novembro, além das oficinas, acontece uma rodada de apreciação de projetos tipográficos com Deiverson Ribeiro – Type Critique. E no dia 12 de novembro, em paralelo às palestras, acontece um bazar e a exposição ‘Eu amo Caruaru’, projeto iconográfico da cidade realizado pelo designer Otávio Gomes.

Para mais informações, é só acessar o site do evento ou a página no Facebook. Mas já dá pra perceber que está realmente imperdível. <3

// Data: 11 e 12 de novembro

// Local: Palestras | Armazém da Criatividade – Caruaru
Oficinas | UFPE – Campus do Agreste e Armazém da Criatividade – Caruaru

// Contato: caruaru@diatipo.com.br