Ohpera Blog | design, art lifestyle, viagem e sonhos.

A saga da escala Pantone.

Esse não é só um post qualquer, é também um pedido de ajuda a uma designer brasileira desesperada em sua busca incesante por uma escala Pantone. Mas deixa eu começar do início, né?

Todo mundo que trabalha com design ou impressão sabe, que ter uma escala Pantone ao lado é mais que importante. É primordial. E cada dia mais tenho sentido falta desse material lá no estúdio, então parti em busca do meu super kit Pantone. Afinal, não dá pra ficar arriscando a cor que vai sair no material né? O que eu não contava e acabei descobrindo da pior forma, é a falta de informações sobre cada escala e o pior, a falta de opções para venda dele. É chocante! Estou pesquisando tudo isso há pelo menos sete dias, pra conseguir compreender as escalas que realmente preciso e me serão mais úteis. O que cada uma delas mostra e onde comprar (que é a pior parte). Então, pra ajudar outros que estão na mesma situation que eu, decidi copilar todas as infos adquiridas nas minhas pesquisas aqui nesse post. Mas no fim, ainda precisarei da contribuição de vocês em um ponto.

Antes de mais nada, pra quem não sabe, Pantone é uma empresa, não uma marca de tintas. É um sistema internacional de cores utilizado em uma grande variedade de indústrias especialmente a indústria gráfica, além de ocasionalmente na indústria têxtil, de tintas e plásticos. Enquanto o processo CMYK é o método padrão para impressão da maioria dos materiais do mundo, o sistema Pantone é baseado em uma mistura específica de pigmentos para se criar novas cores. O sistema Pantone também permite que cores especiais sejam impressas, como as cores metálicas, pastéis e fluorescentes.

Mas por que a Pantone tornou-se conceito em cor? Simplesmente porque há mais de quarenta anos a indústria americana de tintas Pantone desenvolveu um sistema numérico de cores de tintas e conseguiu manter uma alta regularidade e padrão na produção delas. Imagina se a gente fosse dar nome a cada variação mínima de cores existentes? Seria o caos! Por isso é muito mais confiável falar-se em números, em fórmulas de cores.

E um dos principais produtos da empresa, são justamente os famosos leques de cores. Contendo todas as fórmulas, códigos CMYK, RGB e whatever que veremos mais à frente.

As minhas principais dúvidas ao iniciar minha busca pelas guias eram: pra que serve cada uma delas? Quais me serão mais úteis? Vamos lá! Vou me ater aqui à linha gráfica, ok? Mas saibam que existem outras linhas, como a Fashion + Home.

Pantone Formula GuideFormula-GuideAs guias de cores Formula Guide foram criadas para selecionar​, especifica​r​ e combinar cores sólidas Pantone​. Nessa guia você encontra justamente a formula das cores (a cartela mais atual conta com 1.755). Então essa cartela serve para identificar o código Pantone da cor e saber a fórmula de pigmentos para chegar naquele resultado. Mas se você precisa identificar pelo CMYK, essa não é a cartela ideal. O valor dessas cartelas na loja oficial da Pantone no Brasil: R$ 850 (Coated / Uncoated).

Pantone Color Bridge
Color-bridge
A escala Pantone Color Bridge mostra simulações de cores de processo CMYK para todas as cores Pantone sólidas – incluindo as 644 novas tonalidades (cartela mais atual). Essa seria a cartela mais útil pra quem trabalha com design gráfico, pois você pode comparar o código de cor CMYK com a cor Pantone – lado a lado na cartela. Valor dessas cartelas: R$ 1.560 (Coated / Uncoated), mas estão esgotadas!

Pantone CMYK
CMYK
As cartelas CMYK mais atuais apresentam 2.868 cores em ordenação cromática para oferecer transições mais suaves entre as cores e favorecer uma seleção de cores mais intuitiva. Estas guias são o modo ideal de se comunicar e controlar cores para tipografia, logos, bordas, backgrounds, e outros tratamentos gráficos. Porém, só vem os códigos em CMYK. Valor dessas cartelas: R$ 800 (Coated / Uncoated), mas também estão esgotadas!

Pantone Extended Gamut

GamutEssa cartela é um level acima das demais. Ela é impressa em altíssima qualidade pelo processo de impressão com sete cores, adicionando ao mais comumente usado (ciano, magenta, amarelo e preto – CMYK), aos tons Laranja, Verde e Violeta (OGV), no sentido de ‘estender’ a gama de cores de forma significativa. Essa escala custa R$ 800, também no site oficial da Pantone Brasil (apenas coated).

Pantone Metallics, Pastels & Neons
MetallicsE chegando aos tons mais especiais da Pantone, temos essas três cartelas: Premium Metallics, Metallics e a Pastels & Neons. Essas três são muito importantes, mas não tanto quanto as demais. Pois são as menos utilizadas no nosso dia a dia criativo, por se tratarem de cores mais caras de imprimir. São 154 cores pastéis suaves e 56 tons neons, 301 cores metálicas e mais 300 na cartela premium metallics. Valores: R$ 400 (premium metallics) – esgotada, R$ 400 (metallics), R$ 380 (pastels & neons).

Pantone Starter Guide
StarterE por fim, chegamos no Starter Guide. Que como já diz o nome, é uma cartela iniciante com um número bem pequeno de cores – apenas 543 tons em formula guide. Essa cartela é indicada para designers iniciantes e estudantes. Enfim, pra quem tá começando e ainda se adaptando ao uso. Por isso tem um valor bem menor que a formula guide tradicional, custa R$ 390 no site oficial da Pantone Brasil. Mas o legal dela é que faz uma seleção das cores mais utilizadas de todas as cartelas, incluindo tons metálicos, pastéis e neons. É um conjunto de “mini” bibliotecas Pantone.

Sobre valores e validades
Vocês devem ter notado no texto acima que o valor de cada escala é absurdamente caro, pelo menos eu achei. E isso me assustou bastante de primeira. Eu até sabia que seria um produto caro, mas nem tanto! E nas minhas pesquisas, vi que algumas pessoas do Brasil, acabavam comprando pelo eBay, Amazon ou Mercado Livre, em busca de um preço mais acessível. Até encontrei, mas no ML só encontramos edições mais antigas, infinitamente mais baratas, isso é fato. Mas eis mais um problema: vocês sabiam que as cartelas têm validade? Pois é! Eu não sabia que era tão sério isso.

Com o passar do tempo o suporte (geralmente papel) e o pigmento da tinta sofrem a ação do tempo (calor, umidade, exposição a luz, etc) e do próprio manuseio, que arranha as cores e sofre ação do Ph/acidez de nossa pele, entre muitas outras variáveis. Por isso, é recomendado que a substituição das escalas/produtos seja realizada a cada seis meses ou um ano, isto garante a qualidade e confiabilidade das cores. Anualmente, a empresa também coloca a disposição do mercado duas versões das escalas e, em muitas delas, novas cores são acrescentadas.

Quando comprar uma escala Pantone por exemplo, tenha em mente que a data de fabricação deve ser verificada e nunca diferente do ano em curso, ao contrário, pode se tratar de um produto desatualizado ou que validade já expirou, diminuindo assim a vida sua vida útil.

E aí? Como faz?

Ao fim de toda minha saga, eu cheguei apenas a duas possibilidades: 1) senta, chora e libera o cartão pra comprar no site oficial da Pantone Brasil, parcelado em 10x sem juros. 2) senta, chora e libera o cartão pra comprar no eBay por quase 50% do preço brasileiro, mas paga a vista.

Por isso, queridos leitores, gostaria de saber se algum de vocês adquiriu escalas Pantone num preço mais acessível. Onde? Como? Conta aqui pra gente.

E espero que eu tenha ajudados vocês de alguma forma a esclarecer muitas dúvidas que eu mesma tive quando iniciei a busca. Vamos compartilhar aqui nos comentários.

  1. Eva Caroline Sena

    24 de fevereiro de 2016 at 0:02

    Muito esclarecedor. Todo designer deve ler isso

  2. Digo Ricioni

    1 de março de 2016 at 17:45

    Conseguir uma escala pantone sempre foi uma saga!

  3. Matheus Fernandes

    26 de março de 2016 at 21:36

    Eu também sinto muita falta de ter escalas no meu dia a dia, já sabia que seria bem caro (imaginei até mais caro, pq me disseram que custava quase 4mil reais na faculdade de moda) mas não imaginava que eles deixavam "faltar no estoque". Que pessimo isso, hein… Só não é pior do que ter que comprar uma escala nova a cada 6 ou 12 meses. EU compraria e usaria por mais tempo… não tô com essa grana toda, non! =(

    1. Natércia Santana

      5 de julho de 2016 at 8:52

      De fato o pantone têxtil custa esse valor de 4mil!

Comments are closed.