Ohpera Blog | design, art lifestyle, viagem e sonhos.

PiraNelas

Sempre falo que o Ohpera é um espaço para compartilhar inspiração e expressão e sempre tento trazer aqui um conteúdo condizente com isso. Incentivo todo mundo a me enviar seus projetos colaborando, assim, com o conteúdo postado aqui no blog.  O mais legal disso tudo, é que têm chegado muitos emails com projetos super bacanas! Fico até na dúvida do que postar, de tanta coisa legal. E isso aqui é mais um incentivo pra você que também tem um projeto lindo e inspirador. ;)

Hoje trouxe aqui o projeto PiraNelas, que foi enviado pelo Caio Neiva, aqui de Olinda (PE). O trabalho dele une duas coisas que eu amo: caligrafia e fotografia.

[blockquote source=”Caio Neiva”]Piragrafia é o ato de pirar em caligrafias. E junto com essa forma de poesia visual, o desejo de Adriana de Almeida em ser pintada e a vontade de Caio Neiva (artista do projeto), nasceu o PiraNelas: um projeto a parte, que une o corpo feminino despido de interferências visuais a uma outra forma de utilizar letras. É como se duas obras de arte se tornassem uma só.[/blockquote]

Dentro da casa/ateliê de Tiago Amorim, o mestre da cerâmica de Olinda, o ensaio respirou a arte e a liberdade que precisava. Pra dar vida a isso tudo, o PiraNelas contou com o videomaker Rafael Raposo (Cortina Estúdio), o fotógrafo Dado Cavalcanti, o assistente André Arribas (Pé de Letra), a maquiagem de Marisa Dantas e a trilha de Edwin Garcia e Nicolás Bluske.

Confiram o resultado a seguir:

Pira Nelas from Piragrafia on Vimeo.

No email, o Caio me contou que o Piragrafia começou há 9 meses quando uma amiga disse que queria ter seu corpo pintado, e ele disse que faria com caligrafia, mas que não praticava ainda e iria começar. Começou, então, o instagram com a intenção de se cobrar a produção diariamente. Tinha que dar um nome pra isso que ele não sabia ainda o que era. Piragrafia definia bem o processo, caligrafia e grafismos feitos com pena ou pincel chato que não tinham a intenção de formar palavras, um trabalho sem muito planejamento, só preenchendo os espaços rapidamente e tentando ser o mais natural possível. Ele foi pirando no trampo e acabou se achando nessa forma de arte. Correu atrás das parcerias, de vídeo, foto, música e local. Realizou o trabalho no fim do ano passado, mas o projeto acabou de ser lançado. Nesse meio tempo enquanto o Piragrafia crescia e o vídeo não ficava pronto, ele largou o emprego numa agência de publicidade aqui de Recife, fez uma fanpage e naturalmente as coisas foram acontecendo.

Esse foi o resultado incrível! <3 tumblr_ng4iulNB5k1u345hmo1_540newtumblr_ng4iulNB5k1u345hmo5_540new2tumblr_ng4hngHel61u345hmo3_540new3tumblr_ng4hngHel61u345hmo8_540tumblr_ng4hngHel61u345hmo1_540new4