Ohpera Blog | design, art lifestyle, viagem e sonhos.

True Detective.

Salve, salve, people. Cheguei. Com um certo delay, mas tô aqui. Rapidamente: SamucaDantasNatalenseRedatorPublicitárioMúsicoCinéfiloViciadoemSérieseAçai

Formalmente apresentados, vamos ao que interessa: tudo o que acontece nas telas, telinhas e telonas. E pra começar a brincadeira aqui no OhPERA, escolhi começar uma série nova (pra mim, porque a 1ª temporada já foi): True Detective.

maxresdefault

Nessa série, a HBO apostou na melhor coisa de American Horror Story (Não meninas, não é Adam Levine), o formato. TD foi produzida como uma antologia, cada temporada tem um arco de histórias e personagens próprios, mas sempre sobre o mesmo tema.

Outro destaque vai para a dupla Nic Pizzolatto (#SobrenomesItalianosSãoLegais) e Cary Fukunaga (#SobrenomesJaponesesNão), escritor e diretor (respectivamente) de todos os episódios dessa temporada. Algo inusitado para o padrão das séries atuais, mas que pode conferir maior linearidade para as tramas.

True Detective é um estilo de Buddy Cop Film (série, no caso), mas nem de longe vai lembrar você de clássicos como 48 Horas ou Máquina Mortífera. A série tem um ar western, o ritmo é lento e cria uma tensão insolúvel durante todo o episódio. A fotografia é desaturada, mórbida como a pele de um defunto.

Elastic_True-Detective2

Acompanhamos a dupla de detetives Martin Hart e Rustin Cohle em duas linhas temporais diferentes. Em 1995, eles trabalham juntos para desvendar um assassinato macabro. Em 2012, eles são testemunhas de uma investigação, mas já não se veem há 10 anos e é justamente esse GAP na história que vai fazer seu fuzível queimar.

13229-thumb

[blockquote source=”Martin Hart”]I’m just a regular type dude, with a big-ass dick.[/blockquote]

Woody Harrelson interpreta Marin Hart. Pai de família, cristão, convencido, apegado ao manual. O certinho. Aos poucos, Harrelson vai revelando as camadas de seu personagem tirando ele desse pedestal.

[blockquote source=”Rustin Cohle”]I think the honorable thing for our species to do is deny our programming, stop reproducing, walk hand in hand into extinction.[/blockquote]

O Oscarizado Matthew McConaughey é Rustin Cohle, um homem desprovido de emoções que considera a humanidade um erro, a começar por sua própria existência. McConaughey mostra nesse papel, que a estatueta não foi pura sorte. Os mistérios que envolvem seu personagem são o combustível da série e da sua curiosidade.

460824434_640true-detective-trailer-2Apesar do caso perturbador de ocultismo, o que mais intriga o telespectador são os personagens. A frieza com que Cohle faz a perícia do crime reflete as facetas de um verdadeiro serial killer, sem contar com o cinismo de Hart, que usa a mesma insensibilidade do parceiro para lidar com sua família.

True Detective levanta novas questões a cada minuto. E as respostas são dadas em doses homeopáticas para nosso fascínio e desespero. Como um psicopata que gosta de ver suas vítimas sofrerem lentamente.

Fiquem agora com a belíssima (e perturbada) introdução da série que usa efeito de dupla exposição.

Eu dei 9 de 10 “Ohs” pra eles: OOOOOOOOOhPERA. E você, já assistiu? Quantos “Ohs” você dá? Comenta aí.

  1. Pia Torres

    22 de maio de 2015 at 17:34

    Muito bom os primeiros episódios. Eu vejo a segunda temporada vem com muitas surpresas, começando com a participação de Rachel McAdams.

Comments are closed.