capa

PÁSCOA! | OhperaSound#07

Mais um feriadão chegou, Graças a Deus! Por falar nEle, muita gente esquece, outros nem sabem, mas o feriado da páscoa tem menos a ver com ovo e coelho do que com o Criador. Se for esse o seu caso, eu explico aqui: a páscoa é a celebração da morte e ressurreição de Jesus. Tudo isso no conceito cristão, eu sei, mas essa discussão fica pra algum outro blog mais especializado no assunto. Aqui vamos falar de música!

A playlist dessa semana foi pensada com umas bandas cujas músicas, de alguma forma, falam da nossa ligação com o Divino e uma das histórias de amor mais bonitas que esse mundo já viu, sendo verdadeira ou não.

PS: antes de fechar a página achando que essa playlist só tem música “gospel”, ouve ai, depois a gente conversa. :)

b632cc8418533318c20f8a84dcf695c8

Criatipos no Skol Stage

O Criatipos é um grupo de amigos que, movidos pelo prazer do trabalho feito à mão, surgiu como uma vida paralela dos designers Cris, Cyla, Doo e Jack, para fugir um pouco da rotina detrás de computadores e resgatar processos handmade, unindo trabalho e diversão.

Eles foram convidados para trabalhar no festival Lollapalooza 2014 em São Paulo. Fizeram a marca da cerveja especial que a Skol desenvolveu para o festival – Skol Stage, dois painéis de lettering em giz (um deles ao vivo) e a baita ação de caligrafia “Music on Paper” com Cláudio GilDiogo DelogGuilherme Menga, Lygia Pires e Thiago Bellotti como convidados. Confira aqui o vídeo e as fotos com todo o processo e o resultado. É o tipo de trabalho que você fica babando e pensando “queria taaaanto ter participado!”. hahaha

Sem mais! Encha os olhos e se debata de criatividade com tanta inspiração:

3bcc47928b7bf97666836ebf6dd24621 7c4e010c2ca5682316c149e30397bf92 9fb06cd709b5398f2b507d107eb14977 33db9b337577a6e393f771f8d51ed72d 58ebfc116376ca8f2bd5ba941f413cba 66d6f4f1bcded0207f802ea092d37e9d 90f89f0ab9e47de9d0aa464769d7d39a 94fe25dcefc3e3f7da7630260a80c0e0 155ce1b4339c7878f5f8915a971d2fb1 0466adc260e9c49f21fd00abedaed6c5 610c9049fd3f7089e8f1ae886ddab9d3 770fa1a523f07a5397ccddb05b898b7d 999fc93b6de29b9c4fb279245fbbe617 1307d40b32ceebd134d5c43293ba7370 1721e164a3792de201a6cc5c7a15a8f7 8439a1206935fde840b3e69d2d6a794e 8581c450f0493b03a68491566e556316 42305e9b452bde4278c89573b0bddd403620888df7794c5c5767211337efc290 aab25a008eb61969635d0d42f90b019b b0f0e4e533c4ee9d3920c51abd8df231 b632cc8418533318c20f8a84dcf695c8 b789334b5807e16d7c88f781cfca5cf3 be83a480c48aa3d6fc696efeaaf475fd c535be72e366f5a50650ded033f49912 d6646517f970fd110d4040455f15c5ee e22888efee60587eae52764d873a1402 e38571a7b9935f3a94887174ae9c3a70 e427958c9bbbc42ac1dd828a91e9ce57 f6f46b8664645778c9fb46d05aaa79ed

Mais em: Behance | Facebook

capa

Estudar em Buenos Aires #03 | Cursos curtinhos.

Hola, hola!

E então? Já começaram a pesquisar sobre as Universidades e escolas? Já se inscreveram em alguma? Depois me contem tudo aqui pelos comentários. Mas se ainda não se animaram a se comprometer com um curso de quatro anos, ou se você já está cursando uma faculdade e só quer somar alguma atividade extra, continue lendo, porque este post é justamente sobre cursos curtos de design que complementam perfeitamente qualquer curso universitário.

Quero começar contando a vocês sobre uma das melhores escolas de Buenos Aires: Industria. É uma escola diferente. Oferecem um curso anual de direção de arte (vai de abril a dezembro) e a proposta é bem inovadora, em comparação a outras.

As aulas acontecem três vezes por semana em uma casa restaurada no bairro de Belgrano. Os profesores (Bruno Tortolano, Julian Montesano, Facundo Romero) são simplesmente gênios! A escola também conta com a ajuda de ex-alunos. Eu garanto a vocês que vão se encantar com esse curso.

falcon2falcon4 falcon3

A proposta é direção de arte da forma mais pura que você pode imaginar. Desde o primeiro dia, você vai aprender alguma teoria, vai conhecer artistas, mas também vai sujar suas mãos; com aulas práticas e teóricas. O curso não está direcionado a publicidade, fotografia ou design gráfico específicamente, mas tem um pouco de cada. Uma coisa muito legal é que conheci muita gente incrível: desde publicitários até designers de cenografia, passando por fotógrafos até web designers. A lista é grande e o mais bacana é que você vai conhecer pessoas que ainda que não estudem o mesmo que você, sem dúvida têm muito em comum.

1978649_10152796767693677_254348509141686124_n

Industria muda sua forma de ver as coisas. Depois desse ano te garanto que você não vai mais voltar a ver um cartaz, um ônibus ou uma fotografia; da mesma forma. Durante o primeiro ano, você poderá fazer coisas diferentes (e lindas) como tipografias, colagens ou transfers sobre um skate board. Você vai olhar diferente para uma garrafa de vidro ou um LP, um bilhete de show ou um ladrilho. E decididamente, os materiais começam a ser parte da obra e não somente um meio de suporte.

stella 430308_261607403909068_2122566455_n

Para todos que tenham uma proposta para desenvolver, a escola ofrece um segundo ano em que contará com o assessoramento e um guia dos professores. Em dezembro será realizada uma mostra com trabalhos dos alunos. É uma oportunidade muito legal para você observar seu próprio crescimento e o dos seus colegas de classe. E ainda, ao longo do ano têm seminários, workshops, e bate-papos que são muito, mas muito bons. Eu amei o Seminário de Estética Fotográfica, NÃO PERCA quando tiver a oportunidade. Ah! E Bruno, um dos profesores, é nascido em São Paulo. Seu pai é Héctor Tortolano, um conhecido director de arte brasileiro. Enfim! Só uma curiosidade. :)

1531568_10152352807945540_3663571833147325772_n

A Virgen é outra proposta incrível para complementar os conhecimentos da faculdade ou simplesmente para aprender coisas novas. Eles têm uma grande quantidade de cursos, em sua maioria cursos mais curtinhos, de um dia a um ano. Ainda que a maioria seja de um a três meses. Eu ainda não fiz nenhum curso nessa escola, mesmo tendo muita vontade de participar dos de lettering, com Laura Varsky (sou fã dela) ou o de Poética Visual.

10170967_10152786447478677_1856950986982576196_n

Esses cursos são direcionados a designers gráficos ou estudantes de outros cursos deste segmento. De toda forma, qualquer pessoa, de qualquer área, pode se inscrever. As aulas são de no máximo 10 alunos, e os profesores são todos reconhecidos dentro de suas áreas. É por isso que você sai de lá com conhecimentos sólidos nas matérias e com ótimos contatos profissionais.

Esta escola é uma grande oportunidade para melhorar seu portfolio. Digo isso, porque eles têm um curso específico para para construir sua pasta. E o melhor de tudo, está em Parlermo. Um dos melhores bairros para morar! Mas em breve falo melhor sobre isso.

Ainda não encontrou o curso que está procurando? Talvez, então, seja um dos que a Escuela DaVinci oferece. Conhecida por ser uma escola de arte multimídia e de web designers, também oferecem cursos curtos de fotografía, ilustração e modelagem em moda. Ainda não realizei nenhum com eles, mas em tudo que se trata de design gráfico e web, têm ótima reputação.

10177320_10152026460297401_2973489389041258064_n 10269449_10152026460252401_5285148617987306280_n

Estas escolas são ótimas dicas para qualquer um que deseja estudar design em Buenos Aires. Semana que vem vou contar a vocês sobre outras alternativas muito originais que incluem oficinas de serigrafía, redação, patterns design, entre outros.

Tchau! Agora vou buscar folha em branco e tinta nanquim. Fiquei inspirada!

Hasta la proxima semana.
Martu.

 

capa

Casamarela. Co working.

Sábado passado, dia 12, inaugurou oficialmente aqui em Recife a Casamarela, um espaço colaborativo de negócios criativos, endereçada no bairro de Casa Amarela (claro!).

É um espaço bem inovador aqui na cidade, que abriu as portas para receber todo mundo que quisesse conhecer. Passei rapidamente por lá e foi o suficiente pra ficar encantada. Tudo explicitamente criado com muito carinho e por pessoas que são muito apaixonadas pelo que fazem – isso já deixa qualquer coisa 90% mais bonita.

Dentro da Casamarela você encontra oito negócios lindos: a Calma Monga, a Combi, Agência Pavio, a Muma, 30ideias, o ElPaso Café, a Xodó Filmes e o Instituto Candela. Tudo juntinho assim, no mesmo lugar. <3 Tem como não amar? Vale conhecer cada uma delas!

Tentei fotografar pelo menos um pouquinho do que seria espaço, mas pra quem puder, sugiro que passe lá pra pelo menos tomar um cafézinho.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Casamarela co.working
Rua Professor Álvaro Lima, 47 – Casa Amarela.

7770_553865794711112_755202199_n

Instagrafite. Segue lá.

Instagrafite é a maior galeria de arte de rua colaborativa do mundo. Eles são uma mídia massiva de arte de rua e estilo de vida. Atualmente contam com mais de 700mil pessoas de todo o mundo no perfil do Instagram, sendo uma enorme janela para artistas famosos ou novos. Também são um canal para cobrir movimentações artísticas (sempre quis escrever um post com esse termo :P) em tempo real, como festivais ou outros acontecimentos.

Ajudam os artistas a avançar em sua carreira ou em suas viagens pessoais. Desde o momento de encontrar uma parede em uma cidade até o momento de encontrar um patrocinador para fazer seus sonhos se tornarem realidade.

E além de tudo isso, inspiração pra gente. Segue lá no Instagram e dá quantas curtidas o dedo aguentar, pois coisa linda não falta.

Captura de Tela 2014-04-13 às 22.37.031011078_562509243846767_35358879_n 1604893_556793431085015_1726694622_n 1794728_560305300733828_949712918_n 1899876_553961588034866_529140959_n 1912465_556977771066581_1672722776_n 1920371_562225567208468_1522863826_n 1969166_569887949775563_2005462662_n 10012985_505591742886128_1367124368_n 10150716_576974509066907_5534816106711804689_n 10156083_576342335796791_3720403352067660004_n 10254298_610060809076379_1153822851_n dfb41272c2b711e3bfb20002c9e117aa_8

 

Mais em: Facebook | Instagram | Site 

capa

Entrando no Paço do Frevo.

No último sábado fui visitar o Paço do Frevo, que é um centro de referência, projetos e atividades para valorizar, proteger, transmitir e promover o frevo – uma das principais tradições nacionais. Um lugar muito bacana para estudar, criar, experimentar e vivenciar esse universo.

Sou pernambucana, morei em Recife a maior parte da minha vida. Mas confesso que sou das que menos mergulha na cultura local. Ainda assim, fiquei extremamente encantada com o espaço que conheci. Em cada ambiente que entrava, eu ficava mais empolgada e não parava de fotografar. É uma exposição pra você ir com muita calma e paciência, pois consegue passar 3 horas lá dentro muito facilmente, de tanto conteúdo bacana que tem.

Nesse prédio restaurado, combinando preservação e modernização, você encontra um turbilhão de sentidos, cores, imagens e emoções.Paço do Frevo

No térreo fica uma exposição que conta, de ano a ano, a história do frevo e do carnaval. Tem também um resuminho da história do Brasil e do mundo pra contextualizar. No térreo ainda tem um centro de documentação, com computadores para pesquisa e tudo mais. Organizado, pra quem quiser e precisar se aprofundar na história.

No primeiro andar não tem exposição, mas tem escola de música. São diversos instrumentos e, pelo que eu entendi, diferentes professores em diferentes horários. Hoje, já tem aulas com os maestros Spock, Édson Rodrigues, Nenéu Liberalquino e Clóvis Pereira, cada um com um foco diferente. Vale visitar pra conferir preços, horários e datas.

No segundo andar tem um espaço para aulas de música e de dança. Tem também um espaço interativo para exposições temporárias. Agora está rolando uma exposição sobre o bairro de São José, onde supostamente nasceu o frevo. Tem um espaço super bacana que reproduz o Pátio de São Pedro, esse aqui é muito legal também. A sensação de entrar nessa sala é bem interessante.

E por fim, o último andar. Na minha opinião, o mais legal. Além do espaço ser extremamente lindo, a vista, a iluminação e a exposição de fotos, tudo isso junto, faz essa ser a parte mais legal do prédio.

Sem mais, fotos e mais fotos a seguir pra você sentir ainda mais vontade de ir correndo pra lá. No final do post mais informações de horários.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 131415 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 41 42 43

O espaço fica na Praça do Arsenal da Marinha, no Recife Antigo. Horário de funcionamento: Fechado às segundas. Terças, quartas e sextas, das 9h às 18h. Quintas, das 9h  às 21h, e sábados e domingos das 12h às 19h. A entrada é de grátis nas terças e nos outros dias é R$6 a inteira e R$3 a meia. 

É ou não de se encantar? Imperdível esse passeio, não deixem de ir!

Mais em: Facebook | Site

Ohperasound06-capa

Meu Brasil bresileiro | OhperaSound#06

Foi lançada a música oficial da Copa do Mundo. Como era de se esperar, com ela vieram uma infinidade de críticas sobre como a música não representa o Brasil, que boa parte é em inglês e uma série de outras coisas. Não vou entrar nessa discussão, mas uma pergunta que me veio na cabeça é, afinal: que tipo de música é a cara do Brasil?

Por isso, a playlist de hoje é com alguns artistas brasileiros que, na minha humilde opinião, representam bem UMA PARTE da diversidade musical brasileira.

PS: antes de atirar alguma pedra porque faltou aquele seu artista que você adora, lembre-se que isso aqui é uma playlist inocente, de menos de 10 músicas, não um TCC sobre música brasileira. Ok? :)

Vamos ao Play!

oficina

Oficina de Lettering em Goiânia

Notícia boa pra quem mora pertinho de Goiânia. Nos dias 26 e 27 de abril, o estúdio de design Grande Circular estará ministrando uma oficina muito bacana de Lettering promovido pelo pessoal da Ilustríssima. Um peeeena ser tão longe de mim. Mas quem sabe, né?!

cartaz

Sempre fica em dúvida ao escolher uma fonte para seus projetos?

Já considerou a possibilidade de desenhar letras ao invés de escolhê-las? Essa oficina tem como missão libertar designers de soluções comuns e transformar em hábito o desenho de letras inéditas. Letras personalizadas são incrivelmente expressivas, já que podem incorporar uma grande variedade de características e detalhes exclusivos. Além disso, são únicas, aumentando consideravelmente o valor do projeto.
A oficina também é mais uma oportunidade para a prática do desenho analógico, com papel e lápis. Uma ótima maneira de transgredir as limitações técnicas do computador. Tudo isso virá acompanhado de contextualização teórica, fundamental para tornar consistente a prática do desenho de letras.

Sobre o Grande Circular
Buscando um espaço onde teríamos liberdade para aplicar a nossa visão de projeto, fundamos o Grande Circular, escritório de design brasiliense. Desenvolvemos projetos de design gráfico, identidade visual, ilustração, caligrafia, lettering, expografia, infografia, promocionais, entre outros. Com muito prazer, nós do Grande Circular, participamos da interminável atividade de encontrar formas apropriadas para as coisas do mundo. Buscamos a ordem, buscamos o adequado, buscamos o justo.

Carga horária:
26/04: 14h às 18h30
27/04: 8h às 12h30
O curso terá carga horária de 9 horas e será emitido um Certificado de Horas para cada participante.

Ementa:
- Introdução teórica sobre o desenho de letras explicando diferenças entre Lettering, Tipografia e Caligrafia.
- Histórico da escrita seguido de exercícios para familiarização com ferramenta.
- Descrição do processo para criação de letras personalizadas seguido de prática orientada.
- Demonstração de técnicas para finalização digital do desenho criado.

Valor:
R$ 330,00 (com materiais inclusos)
Local: Senac Cora Coralina Goiânia

Perde não, heim?! :)

capa

Top5 Food Art

Acho super legal e interessante todo tipo de trabalho com Food Art. Então reuni meus projetos favoritos e selecionei aqui pra inspirar a gente. Aproveitem nosso Top5 Food Art.

Marion Luttenberger colaborou com um amigo para criar uma série em torno de “comida, e um monte de amor”. As fotos foram encomendados pelo thegoodforks.com com sede em Vancouver.

Goodforks02Goodforks01 Goodforks03 Goodforks05

Christopher Boffoli faz hoje o que era estritamente proibido quando ele era uma criança; brincar com os alimentos. Seus homens em miniatura exploram mundos comestíveis a partir de uma nova perspectiva. Assim, um bolo de maça torna-se um canteiro de obras, macarrão se torna uma plataforma de observação e uma corneta vira uma barraca.

grape harvest 1024px 150ppiminimi10 minimi08 minimi07 minimi05 minimi04 minimi03 minimi02 minimi01

Como designer, David Schwen está constantemente pegando cartões de cores e colando uns com os outros. Um tempo atrás ele teve a idéia de criar cartões de Pantone com objetos reais. Ele estava terminando o projeto de um cartaz e tinha filmado dois cartões Pantone juntos para ver como eles se comportavam um ao lado do outro. Na hora Schwen pensou em usar a ideia com comida, e os Pantone Pairs nasceram.

pantone_pair01 pantone_pair02 pantone_pair03 pantone_pair04 pantone_pair05 pantone_pair06 pantone_pair07 pantone_pair08

Ao deixar cair diferentes alimentos manualmente em placas dobráveis​​, Esther Lobo criou sua série “Rorschach”. Inspirado pelo conhecido teste de Rorschach psicológico ela cria um mosaico de padrões coloridos feitos de sorvete, molho de tomate e muitos outros alimentos.
Dobrando as placas no meio e após a adição de um determinado alimento seguiu o mesmo método utilizado para criar os testes de obtenção de pontos simétricos. Ao colocar embalagens de alimentos sobre cada mancha, acrescenta dimensão e, ao mesmo tempo, fornece um ponto para atrair a atenção. ‘Eu criei cada imagem como um jogo de forma, textura e cor em si, mas sempre pensando em sua posição na composição final, tentando equilibrá-lo.’ Então, o que você vê? Talvez borboletas, ursos ou…

EL_01 EL_02 EL_03 EL_04 EL_05 EL_06 EL_07 EL_08 EL_09

Elena Mora é uma estilista e cenógrafa que mora em Italien Hamburg. Com seu corpo de trabalho “Ricettario”, ela examinou a desconstrução e os ingredientes básicos da comida típica local e com certos ingredientes combinados resultam os pratos favoritos dela. Ela diz que “A situação de desequilíbrio de ingredientes está diretamente ligado à nossa idéia estereotipada de uma ‘dieta equilibrada’. E o que é melhor do que uma refeição caseira para, finalmente, ter uma dieta equilibrada?”.

elena_01 elena_02 elena_04 elena_05

>>Bonus Track

Hong Yi, ou Red, como ela é chamada, é um artista da Malásia que iniciou o projeto ’31 dias de criatividade com comida’. Trabalhando dentro dos limites de um prato, com apenas comida, todos os dias ela criou os animais, paisagens e outros objetos.

HongYi_01 HongYi_02 HongYi_03 HongYi_05 HongYi_06 HongYi_07 HongYi_08 HongYi_10

Adorei muito todos esses projetos. Não esqueçam de clicar nos nomes dos artistas e conhecer um pouco mais do trabalho de cada um. Vale muito a pena, pois são trabalhos muito inspiradores.

Captura de Tela 2014-04-09 às 07.03.17

Tem dia que a gente trava.

Tem dia que simplesmente a gente trava. Não sai do canto e se nota tomado por uma “não criatividade” ou não atuação mental fora do normal. Não me julguem. Tem dia que a gente se pega inconformado com um monte de coisa errada da nossa rotina. As vezes, o motivo é simples: rotina-pesada-sem-tempo-pra-pensar-em-nada-leve-e-relaxante. Vocês também têm disso?

Recentemente escrevi aqui no blog um post que também falava sobre a nossa não-observação nas coisas da nossa rotina, mesmo que sejam coisas muito legais. Simplesmente nos habituamos aos espaços que nos cercam de uma forma que chegamos até a nos acostumar com os defeitos. E aí que está o problema: se habituar a esses defeitos pode nos travar um dia ou mesmo por mais tempo (Oh no!).

Mas e se por um dia, você tivesse o poder de fazer a seu mundo funcionar melhor, o que mudaria? Chegando em casa ontem à noite, assisti um vídeo que me fez refletir por minutos sobre isso:

Shape from Johnny Kelly on Vimeo.

MAKESHAPECHANGE é um projeto criado para levar as pessoas a pensarem sobre como o mundo é feito em torno delas e onde o design se encaixa nisso. É um curta, que mostra as mudanças acontecendo diante de nossos olhos sem aviso prévio, e como estas nos afetam.

O projeto foi um pedido da Pivot Dublin para promover uma maior aceitação e utilização do design como ferramenta para a mudança positiva da vida.

Eu sou uma pessoa totalmente avessa a rotina. Mas digo em relação àquela rotina que te mata dia após dia, sabe? E esse vídeo, mesmo sendo são simples e fofuxito, me fez refletir demais sobre a minha função como designer e como eu posso deixar a vida das pessoas mais agradável, mais divertida ou ainda, mais inspiradora.

E quem trabalha com design, referência também tem uma grande importância no seu dia-a-dia de trabalho. Se alimentar do que o mundo oferece, ter sensibilidade pra entender o que as pessoas precisam e esperam do seu trabalho.

Ontem também, a Karen Hofstetter postou uma foto muito bacana de seu escritório (o Kbüro) dizendo: Choose a job you love and you will never have to work a day in your life. #kbüro

kburo1

Encerrando com essa frase eu não preciso dizer mais nada, né? :) Na verdade, eu posso terminar de outra forma sim. Desejando muito que todo mundo possa ter uma rotina que o faça feliz e que se você ainda não conseguiu (como eu), não deixe de buscar isso todo dia. Pois é totalmente possível!