capa

A embalagem linda da Cerveja Desperados.

Chegando de São Paulo essa semana, tive a surpresa de receber um kit super lindo (e caprichado) da cerveja Desperados, especial pra Happy Holi que rolou aqui em Recife no último domingo. Infelizmente eu não estava na cidade e não pude ir ao evento, mas amei o kit e fiz questão de postar aqui no blog. Não só pelo kit, mas porque fiquei apaixonada pelas embalagens da bebida.

Processed with VSCOcam with s1 preset1601980_10204806911593889_9194044524922403628_o

A Desperados é sucesso na Europa, uma mistura de cerveja com tequila, importada diretamente pela Heineken para o Brasil.

Uma cerveja para festas, baladas e afins, leva tequila em sua composição, além de especiarias e limão. Clara, leve e refrescante, tem teor alcoólico de 5,9%! Maaaas, como não bebo, deixei essa parte do presente a cargo da galera aqui da agência. Claro que eles AMARAM!

Eu não conhecia a marca e me surpreendi com as embalagens. Coisa de designer, né? Achei o rótulo lindo! E com a cor da cerveja (clarinha) ficou ainda mais legal.

desp2desp1

Gostou? Deixe um comentário.

capa

Pixel Show SP – 2014 | Dia 01

Ufa! Finalmente parando pra postar nesse blog lindo do nosso coração. A semana tá corrida, mas é nisso que dá viajar em plena quinta-feira e voltar justo na segunda, né?

Quem acompanha o Ohpera no Instagram, viu que no último final de semana estive em São Paulo pro Pixel Show – 10 anos. Isso mesmo, já tem 10 anos de PS. Lembro em 2011 quando estive no meu primeiro PS aqui em Recife, mas sempre tive vontade de ir na edição São Paulo. E assim o fiz.

Foi um final de semana muito legal, corrido e bem agitado! Pude conversar e conhecer muita gente boa. E ainda ter contato com algumas pessoas que eu só acompanhava pela internet (<3), mas nunca tinha dado um abraço e parado 5min pra trocar uma ideia. E isso foi uma das coisas mais valiosas nessa viagem – conhecer gente!

O evento contou com muitos espaços legais, como em todos os anos. E as horas se dividiam entre feira, live paints, workshops, sharp talks e palestras – basicamente.

02

Confesso que o primeiro dia não foi meu preferido, mas ainda assim tiveram muitas atividades legais.

Questto Nó (Brasil)

O dia começou com uma palestra da Questto Nó, uma agência de design de São Paulo conhecida por muitos de seus projetos. Entre eles o branding do Natura Sou, O Hi-Five na Nike e a Guitarra Strip produzida em impressão 3D.

DSC7341hi-five nikenatura sou

Logo em seguida, rolou uma palestra do Rafael Silvera, mas não essa eu não assisti pois estava muito empolgada pra ver o Live Paint do Nychos.

Live Paint Nychos (Áustria)

Já faz tempo que acompanho o trabalho desse artista e quando vi que ele estava no lineup do Pixel Show, fiquei ainda mais empolgada. E quando soube que ele ia fazer um live paint, pirei. Nem saí pra almoçar, fiquei lá um tempão só pra ver o Nychos em ação. Afinal… Sabe-se lá quando vou ver isso de novo, né?

Acho isso muito feio, mas não resisti e tive que tietar um pouquinho. :) Foi bem legal!

07081217 11 10

E um pouco depois, o Nychos deu sua palestra no auditório principal, falando um pouco seu seu trabalho, suas inspirações e etc. Se você não conhece esse artista, não perde mais tempo. Acho o trabalho dele super autêntico e genial. Sou fã mesmo.

19 18

Durante a tarde do primeiro dia, não assisti tantas palestras. Aproveitei pra dar um rolê na feira, prestigiar as marcas que estavam por lá, conversar bastante e aprender o máximo que eu podia.

Antfood (Brasil)

Assisti também a palestra do Antfood, um estúdio criativo que compõe músicas originais, sound design e experiências para todas as mídias. Trabalham tanto no Brasil quanto nos EUA com soluções de áudio que contam histórias e provocam emoções. Achei bem legal porque o trabalho deles acaba sendo bem artesanal, e isso não vemos tanto hoje em dia né? E tipo… sabe aquelas pessoas que você vê que ama o que faz? Então além de ter aprendido um pouco sobre sound design, me inspirei bastante com a dupla que estava à frente da palestra.

X Games “Born Free” from Antfood on Vimeo.

Mark Jenkins (EUA)

A palestra do Mark Jenkins foi um tanto viajada, mas legal. O cara é um artista que faz intervenções em vários lugares da cidade (em várias cidades do mundo). Difícil explicar exatamente o que ele faz, só sei que incomoda e causa grande estranheza em que vê.

mark2 mark3

O dia terminou com um inglês super difícil de entender, com a palestra do Platige. Mas essa eu não assisti além de 10 minutos. Voltei pra feira e assisti alguns sharp talks e outros live paints.

16 15 14 06 03

É isso aí, galera. O Pixel Show foi beeem legal. Acompanhem nos próximos dias o restante da cobertura do Ohpera no PS 2014. Pois ainda tem muita coisa legal pra contar. :)

capa

I’m a brand lover – FARM

Relacionamento com o cliente não é diferente de nenhum outro relacionamento cotidiano, necessita de conquista, manutenção, atenção e – claro – solução dos problemas. Quem aqui não tem uma marca preferida? Ou melhor, várias marcas preferidas.

Todo mundo tem a doceria do coração, onde bate o ponto todo domingo à tarde. Ou a marca de celular que defende na mesa de bar até a última gota de Coca. Ou, como eu, a marca de roupa que mexe com o coração e, de fato, representa quem somos e nosso estilo de vida. Nesse caso específico estou falando da Farm, minha marca preferida. E quando falo marca preferida não me refiro somente aos produtos, mas sim tudo que essa marca vende, englobando um estilo de vida, uma forma de ver as coisas, um jeito de ser.

Por trás da construção dessa paixão, há um forte trabalho de branding (claro, sabemos disso) que se apoia muito na intimidade, velocidade e amplitude das mídias sociais. Ano passado fiz um curso de branding na Perestroika de Porto Alegre, sob curadoria da Farm. Dessa forma, pude conhecer melhor o funcionamento da gestão dessa marca. Gente! Me apaixonei mais ainda. E foi a partir daí que a Farm deixou de ser somente a marca de roupas que eu admiro e se tornou a marca que eu admiro e acompanho! 

adidas-originals-the-farm-company-fall-winter-2014-drop-92Falando nisso, ontem fiquei ainda mais feliz com a Farm ao saber que eles lançaram o Farm Móvel, um escritório itinerante em formato de trailer.

Um sonho antigo acabou de sair do papel, deixando a gente radiante: o FARM Móvel chega pra florir as ruas levando um pouquinho do nosso mundo por aí. A ideia é fazer dele um escritório itinerante em formato de trailer, que pode estacionar pertinho da praia ou da galera que inspira a gente a criar. Aquela vibe de sair do escritório e ver o mundo ao vivo e a cores, sabe?Adoro Farm

farmmovel2 farmmovel3

A intenção é buscar cada vez mais referências outdoor, respirar a cidade e tudo aquilo que inspira a marca: o Rio em suas formas e cores, e as cariocas. Por isso o trailer tem no para-choque a frase A vida é melhor ao ar livre, um dos principais valores da FARM.

farmmovel5

Além de ser um projeto de escritório ele é uma ferramenta que nos permite levar o universo da FARM pras ruas como um espaço de criação pros funcionários de várias áreas e quem também se interessa pelo nosso mundo.Dani - analista de projetos especiais e música do Marketing

farmmovel6 farmmovel7

Criar ao ar livre, sair do escritório e da correria do dia a dia, é o sonho de qualquer pessoa que trabalha com criação. Com certeza isso não tem preço, pois dessa forma mudamos nossa maneira de olhar. Por essas e outras que sou fã da Farm. Que ela possa inspirar não somente as meninas que consomem seus produtos, mas também inspirar os criativos a terem uma nova forma de trabalhar.

Parabéns, Farm. Você são lindos. <3

capa3

Jeri, restaurantes perfeitos e minha gordice.

Quem me conhece sabe que eu adoro turismo gastronômico. Ou melhor, adoro tudo que se refere a comida (#sougordinha). Em Jeri fiz a festa, porque não faltaram opções maravilhosas de restaurantes para conhecer ao longo dos seis dias que passamos por lá. O melhor de tudo: além da comida ser maravilhosa, todos os lugares que fomos nos proporcionaram uma experiência completa em relação a música, espaço e atendimento. Ok. Esse post tá quase uma matéria do Destemperados (<3), mas também tem tudo a ver com design e inspiração. Confiem em mim e continuem lendo.

Casa de Pedra

Esse lugar super fofinho, parece mais quintal de vó. É excelente para parar no final da tarde e perder a hora tomando um sorvetinho, comendo crepe ou tapioca. O sorvete não é o melhor do mundo, mas a tapioca e o crepe são perfeitos. O Casa de Pedra fica bem na praça, a caminho da praia. Preço: muito bom! ;)

casa de pedra casa de pedra2 casa de pedra3 casa de pedra4

Tamarindo

Romântico, aconchegante e lindo. Ideal pra namorar, conversar e comer bem. Esse não tem música ao vivo, mas a trilha era muito boa. Fiquei encantada com o espaço e não parava de olhar pra cada detalhes. Fica entre a Rua Principal e a Rua do Forró. Preço: moderado, mas ok!

tamarindo tamarindo2 tamarindo3

Buena Vista – Lagoa Paraíso

O Buena Vista é ponto turístico e todo mundo que faz o passeio de Buggy (ou quadriciclo) costuma ser levado para esse restaurante. Minha opinião é que vale a ida, mas a comida é super cara e não vale o que custa. A vista já é diferente. Valeu pagar caro só pelo local.

03 04 05

Samba Rock

Se a viagem é com os amigos, o Samba Rock é um ótimo lugar pra jantar e curtir uma musiquinha ao vivo (todos os dias). A pizza é bem gostosa e o preço também é ótimo. À noite ele fica ainda mais bonito, cheio de luzes. A localização é perfeita, bem no meio da Praça Principal.

samba rock3 samba rock2 samba rock

Naturalmente

Preciso confessar que esse foi meu restaurante preferido! Mesmo sendo um dos mais simples que visitamos, esse lugar conquistou meu coração. Posso dizer que comi no Naturalmente um dos melhores crepes da minha vida. Tive que repetir o lugar 3 vezes na mesma semana, de tanto que gostei. O preço, bom. Mas o melhor de tudo é que ele fica de frente à praia. Então você pode ver o pôr do sol, depois voltar pra comer. Ou ficar sentado (ou deitado nos puffs) olhando o mar e o sol. Enfim. Já entendeu, né? É perfeito! Vou só ficar devendo a foto do crepe. :/ Toda vez que chegava eu não aguentava esperar pra tirar foto, sempre comia antes.

Mas o cardápio não conta só com crepes, muito pelo contrário. É bem variado e tem peixes, carnes, saladas e etc.

naturalmente naturalmente2 naturalmente3 naturalmente4 naturalmente5

Clube dos Ventos

Se você tem uma manhã sobrando no seu roteiro e não tá afim de fazer nada, só ficar de boa olhando o mar – esse é o lugar. O Clube dos Ventos fica de frente pro mar, disponibiliza no deck espreguiçadeira, guarda-sol e música boa. O lugar também conta com aula de surf, kite surf, stand-up e etc.

casa dos ventoscasa dos ventos2

Restaurante do Bigode

Sabe aquele boteco baratinho? Pois é. Esse é o Restaurante do Bigote. Baratinho e delicioso. Foi um dos melhores almoços da viagem. Pena que não tirei foto da fachada, mas fica na Rua do Forró.

bigode

Taverna Italiana

Melhor pizza de Jeri fica aqui. Todos os dias também tem música ao vivo. E o preço é ok. O lugar é bem aconchegante, tem mesas na rua e dentro do restaurante. Mas adorei ficar nas mesinhas de fora com o pé na areia. :)

taverna3 taverna2 taverna

Pousada do Paulo

Gostamos tanto da Lagoa Paraíso que tivemos que voltar. Dessa vez de forma mais aventureira, pra não dizer barata. Na primeira vez pagamos um buggy e ficamos no Buena Vista. Mas na segunda vez seguimos a dica de um funcionário da pousada, pegamos uma D20 (transporte comum por lá) e ficamos na Pousada do Paulo.

Você não paga diária se ficar no restaurante, que por sinal, é muito melhor que o badalado Buena Vista. Chegamos e nos deparamos com uma parte deserta da lagoa, ficamos só nós dois e mais uma família a princípio. Foi um daqueles momentos que você olha pros lados e pensa: caramba! O tempo não vai passar aqui, quero ir embora. Tem nem internet! Mas olha… Quando você senta, para e respira; não quer mais sair de lá. A comida é excelente, o atendimento é maravilhoso e a trilha nem se fala. Só classic rock, acredita?

O espaço é separado por decks e namoradeiras. Cada espaço tem uma redinha, duas namoradeiras e uma mesinha. <3 Muito bacana! O preço é alto, mas vale a pena cada centavo. :)

1820 21 22 23

Gelato & Grano

Esse sim é o melhor lugar pra tomar gelato em Jeri, mas lembra de levar dinheiro em espécie, pois eles não aceitam cartão. Uma pena! Essa é a versão menor, mas na Praça Principal tem uma beeem grandona.

gelato e grano gelato e grano2 gelato e grano3

Blagclub Brasil 

No Blagclub nos despedimos de Jeri. Foi nossa última noite. O lugar é novo, abriu há um mês mais ou menos. Nessa TV gigante eles passam filmes e clipes, no local também música ao vivo e uma pizza maravilhosa (bem americana). O preço é o melhor que encontramos, acho que pagamos R$ 20,00 numa pizza grande. O atendimento é ótimo, vale a pena conhecer.

blag club blag club2

Ufa! Entenderam agora quando eu disse que amo turismo gastronômico? Fiquei tão empolgada com os tantos restaurantes lindos que quis provar pelo menos boa parte deles. Acho que consegui. Não listei aqui todos os lugares que comemos, pois não consegui tirar foto de tudo. Mas um lugar que não posso deixar de citar é o Serafim Hambúrguer. O dono é um italiano super simpático e a comida é óootima! Lá vende hambúrguer de siri também, vale provar. ;) Estivemos também no Tortuga, mas esse eu não indico. Caro e sem graça. :/

Espero ajudar quem tiver de viagem marcada pra Jeri e quem pretende ir um dia. <3 Pode ter certeza que por falta de comida boa, vocês não morrem. :P

capa2

A famosa “magia” de Jericoacoara

De volta das férias (ok, já tem uns dias) e cheia novidades incríveis pra contar. Quem acompanha o blog no Instagram sabe que andei passeando pelas bandas do Ceará de novo. Só que dessa vez fomos pra mais longe. Fomos parar em Jericoacoara (Jeri, para os íntimos) a umas 5 horas de Fortaleza.

Essa viagem foi especial. Além de ser a comemoração pelo primeiro ano de casamento, foi também um momento pra mais uma vez largar da rotina. E por isso escolhemos esse destino tão tranquilo e longe da cidade.

Foram 6 dias incríveis, mas preciso começar pelo começo.

Cheguei em Jeri extremamente acelerada, como sempre. Pensei logo de cara que não fosse aguentar passar 6 dias, nem mesmo 4, num lugar tão calmo. Um lugar que me fizesse encarar meus próprios pensamentos. Eu estava uma pilha! Uma semana depois e a sensação era de alívio e gratidão. Por ter conseguido parar pra repensar sonhos e planos pra vida.

08

Como alguns amigos que já tinham ido a Jeri me falavam que lá era um lugar “mágico”, já pensei que fosse perceber toda essa magia nos primeiros minutos. Mas no final, concluí que a tal magia de Jeri está na paz que aquele lugar passa e no quanto ele te força a se acalmar, a ficar em silêncio. E como é bom esse silêncio!

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

E aí? Deu pra se inspirar um pouquinho com essas fotos? Então aguarda que vem mais post por aí, com dicas de passeios, restaurantes e outros lugares legais pra conhecer em Jeri.

 

ubi-bene-IKEA-climbing-apartment-wall-clermont-ferrand-france-designboom-04

Apartamento vertical da IKEA na França

Em comemoração a inauguração da nova loja em Clermont-Ferrand, na França, a IKEA colaborou com a instalação de uma parede escalável feita com dezenas de produtos da marca. O apartamento está instalado sobre uma superfície vertical, com camas, estantes, mesas e cadeiras que servem como suporte para a escalada. A paleta de cores é incrível, super vibrante. Além de móveis, gravuras, tapetes, toalhas e muita textura. Tudo que pode ser comprado na loja.

Para os participantes da escalada, após um longo caminho passando entre sofás e cadeiras, um descanso no final.

Ideia muito bacana que, com certeza, chamou a atenção de muita gente.

ubi-bene-IKEA-climbing-apartment-wall-clermont-ferrand-france-designboom-02 ubi-bene-IKEA-climbing-apartment-wall-clermont-ferrand-france-designboom-05 ubi-bene-IKEA-climbing-apartment-wall-clermont-ferrand-france-designboom-06 Clermont-Ferrand-ikea-mur-escalade Clermont-Ferrand-ikea-mur-escalade4

capa

Criatipos em NYC

Já postei outra vez aqui no blog sobre esse coletivo tão massa chamado Criatipos. Desde então virei fã e sempre vejo os trabalhos publicados como referência.

Recentemente, as meninas do Criatipos pintaram um muro em Bushwick, no Brooklyn, em uma homenagem ao grande poeta Paulo Leminski, que estaria completando 70 anos no mês de agosto. Segundo o coletivo, nesse projeto pessoal, a ideia foi trazer um pouco da nossa cultura para a história do bairro, que vive o contraste constante entre a manifestação da arte de rua e a decrepitude industrial.

O trabalho, como sempre, ficou lindão! Confiram a seguir:

Criatipos Perhappiness from Ricardo Perini on Vimeo.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21

capa2

Estúdio amor (já viu que é um post lindo, né?).

Conheci o trabalho do Estúdio Amor pelo Instagram e fui viciando, não parava mais de olhar feito louca todos os trabalhos deles. <3 Sabe aquele trabalho que você sente o quanto tem dedicação e felicidade de quem fez? É justamente isso que sinto quando olho cada quadrinho, cada lettering.

E o melhor é o “quando tudo começou” desse estúdio. Camilla e Marcelo se casaram em 2012, e colocaram a mão na massa pra criar uma festa sensacional. Juntaram toda a paixão que tinham por decoração e a experiência com design para criar algo totalmente diferente. Aproveitaram que iam morar um tempo fora e pensaram numa festa temática – A volta ao mundo de brincadeira. Com direito a passaporte e tudo. Gostaram tanto do resultado que a brincadeira se tornou trabalho de verdade. E o talento de Camilla com lettering e as ideias mirabolantes de Marcelo foram dando forma ao estúdio que leva esse nome tão fofo – o Estúdio Amor.

Making of casorio Blog from Marcelo Freitas on Vimeo.

O Estúdio Amor é um estúdio com foco em handmade design. Fazem design com as mãos, com giz, com tinta. Fazem peças personalizadas e edições limitadas de prints. A intenção é ver o trabalho ajudando a espalhar amor em festas, eventos, lojas e claro, na casa das pessoas.

10372767_702456443143737_2611380646247322388_n 10404061_702457983143583_2459852227231234981_n 10341716_702456783143703_569504770372795327_n 10367191_700777703311611_3037627601010653297_n 10372507_702459526476762_1358503477327278016_n10428516_701908443198537_936355265759989755_n 10390922_701908533198528_3305607537487634146_n10469734_738828896173158_1881484816301255718_n 10382654_735553403167374_5814725385308173989_n 10665180_752067578182623_8335620325570989324_n 10553435_742082122514502_2069064210662250122_n 10492394_745473098842071_5158163821333170644_n10269607_686775134711868_682962737675309961_n 10157276_686259854763396_8270415130041224826_n 10151237_673520966037285_545657482_n 1621881_746944545361593_199682726280553205_n

Depois de ver isso tudo impossível não se apaixonar, né não?

Facebook | Instagram | Site 

1aae758f7518b686154c36c37a6c68e3

Bons Fluidos.

Não pude deixar de me apaixonar por esse projeto, uma vez que sou completamente encantada com tudo que envolva flores ou handmade. E tendo os dois juntos, então…

Esse é um projeto lindíssimo desenvolvido para a revista Bons Fluidos, da Editora Abril. Tem frases inspiradoras e letterings maravilhosos recortados pela Marina Chaccur (sou fã). Design de Fernanda Didini, Direção de arte de Rodolfo França, Fotografia de Alex Silva e Produção de Andréa Silva.

Trabalho realmente lindo e inspirador. Confira as imagens a seguir:

3fd2d11bc7ec0a98d2dab13285a0ff5c79da5a09d8e41b57f771f03eddb363435f81fbd292e27a787cc2e3bd59b4125bcc80329c367339d7b3ed62f1fe56d9cd81046071e7692a2fbbbe83e441f71a90 4ca56ca4dc2897440dff7961297d82f0 88af1384508c1d2cd4f7d69d2e32b55c 301ee14ceb6633d257121a59250b8d255d2026f600f1e79693005a6643d08521

4018d4650bf83e097bafaba8a8473d18 4247b07ab867c05d420f43738982dcaf 47066fcd7cdfe3d6b45314e53fdeab39 e7d5258678ca5722fcc4d6fb72bb560d e98336bb178f36d74828c94c8b860eda fc215374a3b3e53b413a89831eed1bf3 fcb9592b03b46723d567516f184ace99bcd031922b3634ba586889db4759ba63

Um pouquinho do making off:

flowers for bons fluidos magazine from fernanda didini on Vimeo.

capa

Objetos improváveis

Ao olhar a maioria desses objetos, me deu uma super agonia! hahaha Sou dessas que preciso ver tudo dentro daquele formato já previsto. Ok. Sei que uma pessoa criativa normalmente vem do meio da bagunça, mas não trabalhamos com desordem. Pelo amor!!

O designer e fotógrafo Giuseppe Colarusso tem o dom de causar desconforto (pelo menos pra mim) em suas artes. E também, um fetiche estranho para fazer objetos do cotidiano totalmente inutilizável. Em seu mais recente trabalho, intitulado “Improbabilitá” (Improvável), o artista italiano quebra valores do design para criar uma série de objetos bizarros. Porém, muito curiosos.

A maioria das peças são criadas pelo próprio Colarusso, outras são feitas digitalmente usando o Photoshop. Seu objetivo é prender a atenção do observador, provocar o pensamento e, obviamente, fazer graça.

photomanipulations-giuseppe-colarusso-mister-solo-1 photomanipulations-giuseppe-colarusso-mister-solo-4 photomanipulations-giuseppe-colarusso-mister-solo-12 photomanipulations-giuseppe-colarusso-mister-solo-17 unlikely-6 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain-open Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain02 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain03 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain06 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain07 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain08 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain09 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain10 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain11 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain13 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain014 Unlikely-The-Impossible-and-Improbable-Objects-feeldesain015